LEIA EM

Política

Congresso para eleger nova direção estadual do partido decidiu pelo nome do ex-prefeito de São Bernardo, recebendo 643 dos 999 votantes

A presidente da União nacional dos Estudantes (UNE) e ex-candidata a prefeito de Santos, Carina Vitral, comenta sobre os cem primeiros dias do segundo governo do prefeito Paulo Alexandre Barbosa. Por Carina Vitral (*) Nos primeiros 100 dias de gestão do prefeito Paulo Alexandre Barbosa pode-se observar nitidamente uma clara

De acordo com Benedicto Júnior, o pagamento foi feito para ‘Benzedor’, codinome dado ao deputado Papa, ex-prefeito de Santos (2005-2012) e que foi superintendente da Sabesp entre 1991 e 1995 e diretor da estatal entre 2013 e 2014. À época do repasse, ele concorria a uma cadeira na Câmara. Segundo BJ, como Benedicto Júnior é conhecido, os pagamentos foram feitos “de forma ilícita, sob pretexto de campanha eleitoral”.

De acordo com a Mind Pesquisas, 40,9% da população de São José dos Campos considera a administração do tucano Felício Ramuth ruim ou péssima. Outro ponto curioso da pesquisa aponta que quase metade dos eleitores não sabe quem governa a cidade e desconhece o prefeito Ramuth. Da Redação com Informações

Os seis mil servidores municipais de Cubatão entram no 15º dia de greve, nesta quarta-feira, desde que o prefeito Ademário Oliveira mandou para a Câmara Municipal, seu “Pacote de Maldades”, que é composto de medidas que prejudicam o funcionalismo público.

Vereadores que se comprometerem e traíram o funcionalismo público de Santos: Adilson Júnior (PTB), Antonio Carlos Banha (PMDB), Fabiano da Farmácia (PR), Boquinha (PSDB), Lincoln Reis (PR), Manoel Constantino (PSDB), Roberto Teixeira (PSDB), Sergio Santana (PR).

“O déficit do ano passado, eles fizeram uma manobra contábil de pegar o dinheiro do fundo do IPREV e colocar no fechamento de 2016. Esta é a maior pedalada, mais do que a da Dilma”, e conclui colaborando com o interlocutor: “Quer foder ele no impeachment? Esta é a pedalada

Em dia de casa cheia, vereadores de Santos ouviram o diabo das galerias. Um deles, Rui de Rossis, não se conteve e mandou, fora do microfone, um sonoro “Vai tomar no c*”, abafado por mais vaias. Um “Show de Horrores” na Casa do Povo Por Glauco Braga do Santos em Off

A Prefeitura deve enviar à Câmara Municipal uma nova proposta de reposição salarial, que já foi rejeitada pela categoria. 16 Vereadores se comprometeram com o Sindicato e com os trabalhadores que não aprovariam a proposta da prefeitura.

O Blog Santos em Off apurou que o envio do Choque à Cidade foi um pedido do prefeito Ademário Oliveira. Ele passou por cima dos comandos da PM em Cubatão e da Baixada Santista e pediu socorro diretamente ao secretário de Segurança do Estado Mágino Alves Barbosa Filho e ao governador Geraldo Alckmin.