Home»REGIÃO»Baixada Santista»Movimentadores de carga protestam em Guarujá

Movimentadores de carga protestam em Guarujá

Profissionais, que exercem funções na Cooperativa Mista de Pesca da cidade, querem a regularização de seus direitos trabalhistas.

Da Redação*

Os trabahadores que atuam como movimentadores de mercadorias em geral e arrumadores de Santos, no litoral de São Paulo, promoveram uma manifestação na manhã desta segunda-feira (24-7), em frente à Cooperativa Mista de Pesca em Guarujá. Eles pedem a regularização dos trabalhadores que atuam no local.

Francisco Erivan Pereira, presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Movimentação de Mercadorias em Geral e dos Arrumadores (Sintrammar), estima que entre 80 e 100 pessoas trabalham de forma irregular no local. Eles estão pedindo ajuda dos sindicalistas para que a situação seja regularizada e possam ter direitos trabalhistas. Segundo o sindicalista, eles trabalham de 9 a 11 horas por dia.

“O trabalhadores estão cansados do que a cooperativa faz com eles, é mão de obra irregular. Não tem registro em carteira. São pessoas locais que, infelizmente, se sujeitam a fazer o que eles querem. Eles ganhariam R$ 100, mas pagam R$ 30. Esse movimento que estamos fazendo é para corrigir. Nós queremos que regularizem a situação dessas pessoas para continuarem trabalhando com salário deteminado, jornada de trabalho, garantias”, disse ele.

Segundo a lei nacional, as atividades de movimentação de mercadorias em geral exercidas por trabalhadores avulsos são desenvolvidas em áreas urbanas ou rurais sem vinculo empregaticio, mediante intermediação obrigatória do sindicato da categoria. De acordo com Erivan, a intenção do movimento é que a Cooperativa receba os trabalhadores e possa resolver a situação de cada um. “Até o momento, ninguém da Cooperativa se posicionou. Se não formos atendidos, vamos voltar amanhã de novo”, afirmou.

*Com informações do G1

Foto: Sintrammar

Comentários

Comentários

Paulo Singer será homenageado em Santos

Próximo

This is the most recent story.