Home»REGIÃO»Baixada Santista»Esmeraldo Tarquínio recebe título honorífico de prefeito de Santos

Esmeraldo Tarquínio recebe título honorífico de prefeito de Santos

Importante figura pública, eleito em 1968, ele foi cassado pela ditadura militar antes de assumir o cargo e morreu em 10 de novembro de 1982, aos 55 anos.

Da Redação*

Finalmente, uma grande injustiça foi restaurada depois de mais de quatro décadas. Esmeraldo Tarquínio, ex-prefeito eleito de Santos, no litoral de São Paulo, que foi cassado pela ditadura militar antes de assumir o cargo, foi homenageado pelo poder público da cidade. Paulo Alexandre Barbosa, atual prefeito de Santos, sancionou a lei que confere a Tarquínio a condição honorífica de prefeito municipal, em cerimônia realizada no salão nobre, que leva o seu nome, no Paço Municipal.

O projeto foi apresentado à Câmara pelo Executivo municipal. O ato solene de sanção da lei contou com a presença dos filhos do homenageado, Esmeraldo Soares Tarquínio de Campos Neto e Débora Camargo Tarquínio de Campos, além de autoridades e representantes de diversos segmentos sociais.

Depois de sancionar a lei, Paulo Alexandre Barbosa lembrou da importância da valorização da história, para a construção de um futuro melhor. Ele acrescentou que é dever de qualquer homem público atender aos anseios da população. Para encerrar a cerimônia, a filha do homenageado, Deborah Tarquínio, cantou a música “Começar de Novo”, de Ivan Lins e Vitor Martins.

Esmeraldo Soares Tarquínio de Campos Filho nasceu em São Vicente, no dia 12 de abril de 1927. Foi vereador e deputado estadual, além de advogado, despachante aduaneiro e jornalista. Eleito prefeito de Santos em 1968 com cerca de 45 mil votos, foi cassado pela ditadura militar antes de tomar posse. Ele morreu em 10 de novembro de 1982, aos 55 anos, vítima de um acidente vascular cerebral.

*Com informações do G1

Foto: Raimundo Rosa/Prefeitura de Santos

Comentários

Comentários

Tráfego de navios é prejudicado por fechamento do canal do Porto de Santos

Greve atinge trabalhadores do transporte urbano de Cubatão