Home»REGIÃO»Baixada Santista»Traficante internacional é capturado em Peruíbe

Traficante internacional é capturado em Peruíbe

Fábio Dias dos Santos é acusado de integrar quadrilha ligada ao PCC, responsável por enviar toneladas de cocaína para o exterior via Porto de Santos.

Da Redação*

Um traficante internacional de drogas, condenado pela Justiça Federal, foi detido por policiais militares, em Peruíbe, no litoral sul de São Paulo. Ele é acusado de integrar uma quadrilha ligada ao Primeiro Comando da Capital (PCC), responsável por enviar toneladas de cocaína para a Europa, América Central e África, via Porto de Santos.

Corréu de processos relacionados à Operação Oversea, da Polícia Federal, Fábio Dias dos Santos, o Cristiano Ronaldo ou Gordo, está condenado a 12 anos de reclusão, em regime inicial fechado. Ele se refugiava no BougainVille IV, condomínio de luxo de Peruíbe. Policiais da Força Tática do 29º BPM/I se dirigiram ao local depois de apurarem que ali estaria um traficante internacional. No imóvel de Cristiano Ronaldo foi apreendida uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com a fotografia do condenado, mas em nome de outro homem.

Apesar do expediente para despistar a sua situação de procurado, Cristiano Ronaldo teve a verdadeira identidade descoberta e foi preso. Os policiais também recolheram na casa documentos do Porto de Santos sobre contêineres com drogas, inclusive de alguns que ainda estão por chegar. A documentação revela que o criminoso, apesar da condenação, ainda estaria atuando no narcotráfico internacional.

Na sentença que condenou Cristiano Ronaldo, em 2015, o juiz federal Roberto Lemos dos Santos Filho, da 5ª Vara de Santos, determinou a inclusão do seu nome na Difusão Vermelha – lista da Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal com 186 países membros, entre os quais o Brasil) com os nomes e as fotos de fugitivos com atuação mundial. O objetivo é facilitar a captura e extradição dos foragidos.

*Com informações de A Tribuna

Foto: Divulgação

Comentários

Comentários

MPE pede a condenação de ex-prefeito de São Vicente

Baixada Santista deve ser alvo de nova ressaca