Home»REGIÃO»Baixada Santista»Protestos marcam prestação de contas de prefeito em Cubatão

Protestos marcam prestação de contas de prefeito em Cubatão

Manifestantes não deixaram Ademário Oliveira (PSDB) apresentar relatório sobre o cenário que encontrou nos serviços municipais. Polícia Militar precisou intervir e chegou a usar gás de pimenta para dispersar as pessoas.

Da Redação*

Vários manifestantes protestaram contra o prefeito de Cubatão, na Baixada Santista, Ademário Oliveira (PSDB) e impediram que o tucano apresentasse um relatório bem negativo do cenário que encontrou na prefeitura e as autarquias municipais, nos seus primeiros 180 dias de administração. Em determinado momento, a Polícia Militar precisou intervir e chegou a usar gás de pimenta para dispersar os manifestantes que permaneciam com faixas de protesto.

Segundo a prefeitura, o total das dívidas herdadas de gestões anteriores chega a R$ 1 bilhão. Esse é o resumo do que ele tentou abordar durante a apresentação no Bloco Cultural da Cidade. Em determinado momento, o palco foi invadido por ex-funcionários demitidos da Cursan e da Marvin, reclamando pagamento de rescisões, e também por parcela de servidores, que protestavam contra o atraso na primeira parcela de férias, devidas desde o ano passado.

Marcado para o final de junho, o pagamento foi transferido, por falta de recursos, para o próximo dia 15.

O vice-prefeito, Pedro de Sá Filho, ainda tentou argumentar com os manifestantes, explicando que a prestação de contas, inclusive, justificava os atrasos. Não teve êxito. Os manifestantes ocuparam o palco com faixas, vaias e apitaço. Durante 15 minutos, Ademário se limitou a passar os slides com a prestação de contas, sem conseguir explicá-los.

O tucano afirmou que as dificuldades de pagar as dívidas se devem à queda da arrecadação tributária. A previsão para o orçamento deste ano, feita ainda pelo governo anterior, é de R$ 950 milhões. Mas deverá reduzir-se a R$ 750 milhões, conforme a previsão dos técnicos em tributação do atual governo.

*Com informações de A Tribuna

Foto: Divulgação

Comentários

Comentários

Santos fica sem duas policlínicas provisoriamente

Próximo

This is the most recent story.