Home»REGIÃO»Baixada Santista»Sindicatos de Santos e região se aprontam para greve geral

Sindicatos de Santos e região se aprontam para greve geral

Protestos e manifestações contra as reformas Trabalhista e da Previdência, além da terceirização, estão previstos para a próxima sexta-feira (30-6).

Da Redação*

Representantes de várias categorias se reuniram na sede do Sindicato dos Bancários de Santos e Região, para definir um calendário de mobilizações contra as reformas da Previdência e Trabalhista, além do projeto de terceirização, do Governo Michel Temer (PMDB). As ações começam efetivamente na terça-feira (27-6) e vão até sexta-feira (30-6), quando está prevista nova greve geral. A última ocorreu no dia 28 de abril e foi bastante anunciada pelos sindicalistas, que, dessa vez, preferem adotar outra postura e vão decidir como será o ato durante a semana.

O secretário-geral do Sindicato dos Bancários, Ricardo Saraiva Big, de indícios de como será o movimento: “Não se faz omelete sem quebrar os ovos. Todos os trabalhadores são atingidos pelas reformas e pela terceirização. Infelizmente, o governo continua tentando tocar esses projetos e não temos outra saída a não ser promover atividades para barrar isso”.

O presidente do Sindicato dos Siderúrgicos e Metalúrgicos, Claudinei Rodrigues Gato, seguiu a mesma linha e reforçou que a população precisa se unir. “O Governo discutiu as reformas sem consultar os sindicatos, os movimentos sociais, ou seja, só ouviu o lado dos empresários. E essas reformas são prejudiciais aos trabalhadores. Somos totalmente a favor da greve geral”, diz.

Calendário de lutas                                   

Terça-feira (27/6) – Reunião dos sindicalistas com o presidente da Fundacentro (órgão ligado ao Ministério do Trabalho), Paulo Ricardo Arsego, às 9 horas, no Sindicato dos Bancários de Santos e Região (Avenida Washington Luiz, 140, Encruzilhada, Santos)

Quarta-feira (28/6) – Pedágio e panfletagem na Praça Mauá, no Centro de Santos, das 11 às 13 horas, com carro de som, faixas e bandeiras para denunciar a retirada de direitos, o desemprego e a falta de aposentadoria que vão surgir caso as reformas sejam aprovadas pelo Congresso Nacional

Quarta-feira (28/6) – Plenária final para organizar a Greve Geral do dia 30/6, às 19 horas, no Sindicato dos Petroleiros (Avenida Conselheiro Nébias, 248, Vila Mathias, em Santos)

Quinta-feira (29/6) – Pedágio, panfletagem, carro de som, bandeiras e faixas na Praça Barão do Rio Branco, no Centro de São Vicente, das 11 às 13 horas.

Sexta-feira (30/6) – Greve Geral

*Com informações de A Tribuna                                                                                                                           

Foto: César Itiberê/Fotos Públicas

Comentários

Comentários

Suspeito de tentar abusar de criança é agredido e preso em Iguape

Projetos ampliam licença materna e paterna para adoção em Santos