Home»REGIÃO»Baixada Santista»Funcionários da Sabesp adiam greve na Baixada Santista e no Vale do Ribeira

Funcionários da Sabesp adiam greve na Baixada Santista e no Vale do Ribeira

São 1.200 trabalhadores, que reivindicam reajuste salarial de 8,26%, sendo 3,26% referentes à reposição da inflação dos últimos 12 meses e 5% de aumento real. Categoria aguarda rodada de negociação com a empresa.

Da Redação*

Os trabalhadores da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) decidiram suspender a greve, prevista para começar nesta terça-feira (30-5) na Baixada Santista e no Vale do Ribeira. Em assembleia realizada na noite de segunda-feira (29-5), eles decidiram adiar a paralisação para quarta-feira (31-5).

A decisão da categoria, que reúne 1.200 funcionários da estatal paulista, levou em consideração uma audiência de conciliação marcada para acontecer ainda nesta terça, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) em São Paulo. Eles definiram aguardar o resultado desse encontro para decidir continuar ou não com a greve.

A categoria, segundo informações do sindicato, reivindica reajuste salarial de 8,26%, sendo 3,26% referentes à reposição da inflação dos últimos 12 meses e 5% de aumento real. A paralisação das atividades havia sido definida em assembleias realizadas na última semana e atingiria as operações na empresa nas duas regiões.

“A categoria já havia decidido que, se a empresa não assegurasse a data-base, que é em maio, não restaria outra alternativa a não ser cruzar os braços. Os trabalhadores precisam ser valorizados”, disse o presidente do Sindicato dos Urbanitários de Santos e Região (Sintius), Carlos Alberto de Oliveira Cardoso.

Por meio de nota, a Sabesp informou que “vem se reunindo com os representantes do Sindicato dos Urbanitários da Baixada Santista, a fim de ouvir as reivindicações da categoria”. O sindicato, entretanto, disse que ainda não recebeu uma proposta formal da empresa sobre as demandas apresentadas pela categoria.

*Com informações do G1

Foto: Divulgação

Comentários

Comentários

Desempregados lutam por melhorias em Cubatão

Mulher tenta matar atual namorada de ex em Santos