Home»REGIÃO»Baixada Santista»Funcionários da Sabesp devem entrar em greve na Baixada Santista e no Vale do Ribeira

Funcionários da Sabesp devem entrar em greve na Baixada Santista e no Vale do Ribeira

A categoria reivindica reajuste salarial de 8,26%, sendo 3,26% referentes à reposição da inflação dos últimos 12 meses e 5% de aumento real. Estatal informa que ainda está em negociação.

Da Redação*

Pelo menos 1.200 funcionários da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) devem paralisar atividades a partir desta terça-feira (30-5), nas regiões da Baixada Santista e do Vale do Ribeira. A categoria aprovou realização de greve, reivindicando aumento salarial para a estatal.

“A categoria já havia decidido que, se a empresa não assegurasse a data-base, que é em maio, não restaria outra alternativa a não ser cruzar os braços. Os trabalhadores precisam ser valorizados”, informou o presidente do Sindicato dos Urbanitários de Santos e Região (Sintius), Carlos Alberto de Oliveira Cardoso.

A decisão foi tomada durante assembleia e categoria, segundo o sindicato, pleiteia reajuste salarial de 8,26%, sendo 3,26% referentes à reposição da inflação dos últimos 12 meses e 5% de aumento real. Ainda de acordo com o presidente da entidade, em maio foram realizadas três assembleias. Na que ocorreu em 16 de maio, os trabalhadores entraram em estado de greve, alertado à empresa que poderiam parar as atividades a qualquer momento. O sindicato diz que a Sabesp não apresentou propostas sobre as demandas.

Por meio de nota, a Sabesp informou oficialmente que “vem se reunindo com os representantes do Sindicato dos Urbanitários, a fim de ouvir as reivindicações da categoria”. Caso os trabalhadores não desistam de paralisar as atividades a partir de terça, as operações da companhia ficarão comprometidas nas duas regiões.

*Com informações do G1

Foto: Thabata Guerreiro/Sintius

Comentários

Comentários

Polícia Civil prende 359 pessoas na Baixada Santista

Três corpos são encontrados na Baixada Santista