Home»REGIÃO»Baixada Santista»PF cumpre mandado de busca em empresa do Porto de Santos

PF cumpre mandado de busca em empresa do Porto de Santos

Policiais foram à sede da Rodrimar, que prestava serviços para uma empresa do grupo J&F no Porto. Ação faz parte da Operação Patmos, que tem como alvo o senador Aécio Neves (PSDB).

 

Da Redação*

A Polícia Federal cumpriu, na manhã desta quinta-feira (18-5), um mandado de busca e apreensão na sede administrativa do Grupo Rodrimar, em Santos, no litoral de São Paulo. No local, os policiais apreenderam documentos de uma empresa cliente do operador logístico, considerado um dos mais importantes do Porto de Santos. A ação, de acordo com o advogado da Rodrimar, José Luiz Macedo, faz parte da Operação Patmos, que tem como alvo o senador Aécio Neves (PSDB).

A operação foi deflagrada a partir da delação dos donos do frigorífico JBS, revelada pelo jornal O Globo. A empresa, ligada à JBS, do grupo J&F, contratava os serviços de despachante aduaneiro da Rodrimar para operações logísticas no Porto de Santos e em outros complexos no país. Os policiais foram ao local para recolher documentos ligados ao frigorífico que possam levar ao senador Aécio Neves.

De acordo com José Luiz Macedo, a Rodrimar teria prestado serviços a uma empresa e, por isso, a Polícia Federal foi ao prédio para deflagrar a operação. “A Polícia Federal esteve tentando localizar documentos da operação, denominada Patmos. Foram apenas documentos de uma empresa que está sendo investigada nesta operação”.

Ainda segundo o advogado, a Rodrimar não é o alvo específico da operação da Polícia Federal em Santos. “A Rodrimar não é o alvo da investigação, e sim, essa empresa que eles estão investigando”, falou. Segundo a PF, todos os documentos apreendidos serão enviados ainda nesta quinta-feira para Brasília, onde ocorrem as investigações.

*Com informações do G1

Foto: EBC

Comentários

Comentários

Ocorrências de estupro sobem 15% na Baixada Santista

Jundiaí: não existiram doações ilegais na campanha de Luiz Fernando