Home»REGIÃO»Baixada Santista»3º DP de Santos fecha as portas à noite

3º DP de Santos fecha as portas à noite

Redução no horário de atendimento à população na unidade da Ponta da Praia é em consequência da falta de pessoal e se estende aos feriados e finais se semana.

Da Redação*

O 3º Distrito Policial de Santos reduziu seu atendimento à população. Em consequência da falta de recursos humanos, a delegacia fechou as portas no período das 20 às 8 horas, além dos finais de semana e feriados. O 3º DP abrange boa parte da orla da praia, alcançando os bairros Ponta da Praia, Aparecida, Embaré, Estuário e parte do Macuco. A diminuição do horário de atendimento teve início na última segunda-feira e será por tempo indeterminado.

Segundo o titular da unidade, o delegado Jorge Álvaro Gonçalves Cruz, a medida foi tomada depois de um escrivão se machucar em um acidente de moto e precisar se afastar do trabalho. Mais dois já se encontram de licença por problemas de saúde e deverão ser readaptados para outras funções, quando receberem alta médica.

O delegado, no entanto, diz que o número de casos que podem ser registrados pela internet aumentou, sem que a vítima necessite se deslocar em um primeiro momento para alguma unidade policial. É possível comunicar pela web as seguintes ocorrências: roubos e furtos de veículos; roubos, furtos e perda de objetos e documentos; injúria, calúnia e difamação; acidentes de trânsito sem vítima; desaparecimento e encontros de pessoa.

O fechamento do 3º DP de Santos não surpreende a presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindipesp), Raquel Kobashi Gallinati. Desde o início do ano, ela e a sua diretoria elaboram um estudo para avaliar a falta de efetivo em todas as carreiras da Polícia Civil paulista. De acordo com ela, um dos grandes problemas que apontam o “desmonte” da instituição é a escassez de pessoal.

Esse tipo de problema já vinha sendo observado por Raquel no interior e capital. “Há delegacias em péssimo estado, viaturas velhas, uma completa ausência de valorização do delegado de polícia de São Paulo, que tem o maior PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil, mas paga, proporcionalmente, o pior salário de delegado do País”, denuncia.

*Com informações de A Tribuna 

Foto: Kekanto

Comentários

Comentários

Adolescente tem 15% do corpo queimado por rival em Praia Grande

Vendedora é executada no trabalho em São José dos Campos