Home»REGIÃO»Baixada Santista»Cubatão entra no 15º dia de greve e o impasse continua

Cubatão entra no 15º dia de greve e o impasse continua

Os seis mil servidores municipais de Cubatão entram no 15º dia de greve, nesta quarta-feira, desde que o prefeito Ademário Oliveira mandou para a Câmara Municipal, seu “Pacote de Maldades”, que é composto de medidas que prejudicam o funcionalismo público.

Por Glauco Braga do Santos em Off

Os seis mil servidores municipais de Cubatão entram no 15º dia de greve, nesta quarta-feira, desde que o prefeito Ademário Oliveira mandou para a Câmara Municipal, seu “Pacote de Maldades”, que é composto de medidas que prejudicam o funcionalismo público. Já teve muita borrachada e bomba por parte da PM e a aprovação em primeira discussão dos Projetos de Lei. Nesta terça, os servidores conseguiram invadir o plenário e impediram a última e definitiva votação. Os ânimos estão acirrados e o prefeito tem-se mostrado despreparado para comandar uma crise e uma cidade do porte de Cubatão. O movimento paredista já é o maior da história.

Por dentro da Administração Municipal, o clima é o pior possível. Os funcionários que estão trabalhando seguem com medo e pedindo apoio e a proteção aos vereadores governistas, ou seja todos os 15 da Casa.

plena

O Blog Santos Em Off apurou que a arapongagem anda solta na Administração. Existe uma ambiente de monitoramento de tudo e todos. Um Big Brother do Ademário.

Os cargos comissionados e os terceirizados vem sendo negociados na maior cara-de- pau. Os vereadores da base governista, por exemplo, teriam direito a nomear duas pessoas, ou seja, esse seria o preço da fidelidade canina.

O “Fantasma do PT”  anda assustando muita gente. Os atuais administradores seguem vasculhando o governo de Marcia Rosa e denunciando qualquer coisa ao Ministério Publico. Agora, se houver fundamentação, tudo deve ser mesmo investigado, mas é preciso tomar cuidado em ficar tomando conta demais do passado e não presta atenção no que vem acontecendo dentro da sua casa.

Para pior tudo, a arrecadação de março foi muito baixa e a previsão é que nos próximos meses o cenário deve ficar pior. Ademário só pensa em cortar na carne do funcionalismo e não tem projeto algum para capitalizar a Cidade e, ao menos, diminuir o caos social.

Um exemplo que os gênios estão batendo cabeça é que estão retirando o auxílio-moradia de quem perdeu suas casas e pertences com as chuvas. Tudo indica que serão famílias, em breve, jogadas na rua.

 

Comentários

Comentários

Uma noite de mentiras e traições na Câmara Municipal de Santos

O governo do prefeito de SJC, Felicio Ramuth (PSDB), é reprovado por 40% da população