Home»REGIÃO»Baixada Santista»Em vídeo homem confessa à polícia que matou e decapitou: “Cortei tudinho com faca”

Em vídeo homem confessa à polícia que matou e decapitou: “Cortei tudinho com faca”

“Matei com faca. Dei uma facada no pescoço dele. Em homem que é ruim, tem que dar a facada no canto fatal. Dei uma e já arriou. Depois dei mais e matei”, confessou em vídeo. Veja aqui.

Da Redação com Informações do G1

Homem que matou e decapitou outro rapaz em Bertioga, no litoral de São Paulo, explicou, em um vídeo gravado pela Polícia Civil, como o crime aconteceu. Além do assassinato, ele foi a um mercado com a cabeça da vítima em um saco de pano, esfaqueou outro cliente e ameaçou as pessoas que estavam no local.

No vídeo, gravado pelo delegado José Aparecido Cardia, responsável pelas investigações, o homem confessa o crime e explica como matou a vítima. “Matei com faca. Dei uma facada no pescoço dele. Em homem que é ruim, tem que dar a facada no canto fatal. Dei uma e já arriou. Depois dei mais e matei”, disse.

Indagado pelo delegado Cardia, o homem mostra que não hesitou ao decidir decapitar a vítima em uma praia de Bertioga. “Só usei uma faca. Cortei todas as veias, fui batendo e tirei a cabeça dele. Cortei tudinho”, finalizou o criminoso.

Confusão no mercado

Depois de matar a vítima na praia durante uma briga, o criminoso foi em direção a um mercado próximo ao local. Lá, ele iniciou uma conversa com um rapaz que esperava para comprar pão. Depois de alguns minutos, o homem começou a discutir e atingiu o outro com uma facada na altura do rosto.

Vídeo flagrou homem que matou e levou cabeça de vítima a mercado agredindo cliente (Foto: Reprodução/G1)

Vídeo flagrou homem que matou e levou cabeça de vítima a mercado agredindo cliente

Vendo a confusão, moradores que estavam próximos ao local detiveram o criminoso e chamaram a Polícia Militar. O homem foi preso. De acordo com informações da polícia, as causas dos ataques ainda estão sendo investigadas.

 

Comentários

Comentários

“A Prefeitura só está tentando intimidar os servidores”, diz presidente do sindicato dos servidores de Santos

Exposição no CAIS, em Santos, apresenta as “Ciatas do Samba”