Home»REGIÃO»Baixada Santista»Bicicleta de R$ 14 mil é roubada em plena luz do dia na praia de Santos

Bicicleta de R$ 14 mil é roubada em plena luz do dia na praia de Santos

O proprietário participa de competições de mountain bike e corridas de aventura, e já obteve bons resultados em alguns circuitos. Ele viajaria nesta sexta-feira para Ubatuba, no litoral paulista, onde participaria da primeira etapa do Haka Race. O furto, no entanto, frustrou seus planos.

Da Redação com Informações do G1

Uma bicicleta avaliada em R$ 14 mil foi roubada de um atleta em uma praia de Santos, no litoral de São Paulo, em plena luz do dia e diante de dezenas de pessoas. A bike ainda está sendo paga, e seu dono teria uma competição para participar já no próximo sábado (18). O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. Até o momento, ninguém foi preso.

Bicicleta avaliada em R$ 14 mil foi roubada de atleta em Santos, SP (Foto: Arquivo Pessoal)

O roubo ocorreu no último domingo (12), na praia do Canal 2. Segundo o funcionário público Antônio Carlos Dias Junior, de 40 anos, ele deixou a bicicleta encostada em um coqueiro para jogar bola com os dois filhos na areia. Em um momento de distração, o suspeito pegou a bike, montou nela e disparou pelo calçadão, em direção ao bairro José Menino.

“Nós estávamos perto, mas em um momento em que a bola foi um pouco mais para longe, a gente deu as costas, e foi aí que o cara puxou a bicicleta e pulou no calçadão. Ele já devia estar escondido observando. Nós saímos correndo atrás, e um pessoal que estava jogando bola também, mas não conseguimos alcançar”, relata.

Junior Dias participa de competições de mountain bike e corridas de aventura, e já obteve bons resultados em alguns circuitos. Ele viajaria nesta sexta-feira para Ubatuba, no litoral paulista, onde participaria da primeira etapa do Haka Race. O furto, no entanto, frustrou seus planos.

Bicicleta avaliada em R$ 14 mil foi roubada de atleta em Santos, SP (Foto: Arquivo Pessoal)

“Alguns amigos me ofereceram bicicletas para eu participar dessa etapa, até porque eu fui vice-campeão em minha categoria, mas ainda não sei se vou. Eu já não treinei essa semana e perdi o foco. Estou desnorteado”, diz.

O atleta, agora, espera que a polícia consiga recuperar sua bike, já que ele diz que não conseguiria adquirir outra do mesmo nível. Segundo ele, seria até difícil ela ser vendida pelo criminoso, porque não há nenhuma igual a ela na região, e chamaria atenção.

“Eu não tenho condições de comprar uma bike nova, não desse nível, ainda estou pagando ela. Eu levei quase cinco anos para conseguir montá-la. A bicicleta é da marca Focus, bem incomum, ninguém aqui da região tem igual. Todas as peças são raras, pedal, quadro de carbono… Seria até difícil se desfazer dela. Espero que a divulgação me ajude a recuperá-la. Eu vivo, respiro bike”, conclui.

Fotos: Arquivo Pessoal

 

 

Comentários

Comentários

Guilherme de Pádua, assassino de Daniela Perez, se casa pela terceira vez

“Vai ser doloroso”, diz Carlinhos de Jesus sobre 2º dia de julgamento dos acusados de matar seu filho