Home»REGIÃO»ABCD»Empresas de transporte são multadas por falta de cobradores

Empresas de transporte são multadas por falta de cobradores

Cincos empresas do ABCD são reincidentes em infrações que também incluem vistorias e horários.

Do ABCD Maior

O Diário Oficial do Estado de São Paulo divulgou na sexta-feira (03/03) cinco empresas de transporte coletivo que atuam no ABCD que receberam multas por trafegar sem cobrador, dirigir sem vistoria de veículo e por desrespeitar a tabela de horário.

A AEOSA foi autuada por não manter cobrador de passagem e por rodar sem vistoria da EMTU. Rigras Transportes Coletivos e Turismo Ltda também foi multada por falta de cobradores. A Viação Triângulo, por falta de vistorias.

Já a Viação Riacho Grande não cumpriu os horários estipulados de circulação e foi autuada. A Mobibrasil Transporte Diadema Ltda foi multada por deixar de cumprir portaria, resolução e norma da Secretaria dos Transportes Metropolitanos de São Paulo.

Todas as empresas são reincidentes nas multas. O valor mais alto das multas é o que se refere a não utilização de cobradores, R$ 208,49.

Como as empresas não perdem o direito de exercício de atividades, a quantia cobrada não impacta tanto no bolso das companhias, uma vez que o salário médio de um cobrador fica em torno de R$ 2 mil.

 

Comentários

Comentários

Homem é preso em Santos por estuprar enteada após ser denunciado pela própria filha

Mercado Livre, com sede em Osasco, tem no Brasil seu maior mercado