Home»Destaque»Brasília tem o maior consumo abusivo de álcool do país. Mulheres do DF saem na frente

Brasília tem o maior consumo abusivo de álcool do país. Mulheres do DF saem na frente

O consumo de bebida alcoólica no Distrito Federal é o maior do país, inclusive entre as mulheres, aponta uma pesquisa feita pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Quando é feita a separação por sexo, as mulheres também ficaram no topo da lista e os homens em quinto lugar.

Da Redação com Informações do G1

O consumo de bebida alcoólica no Distrito Federal é o maior do país, inclusive entre as mulheres, aponta uma pesquisa feita pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Para chegar ao resultado, foi montado um ranking com o percentual de adultos que consomem álcool de forma abusiva, incluindo todas as capitais. O DF ficou em primeiro lugar, com 25,4%.

Quando é feita a separação por sexo, as mulheres também ficaram no topo da lista nacional, com 20,1%. E os homens do DF, em quinto lugar, com 31,8%. O estudo levou em consideração o chamado consumo abusivo de álcool: quatro doses ou mais para mulheres, e cinco ou mais para homens, em uma mesma ocasião, dentro de 30 dias. Segundo o levantamento, o hábito é mais comum entre pessoas de 18 a 34 anos, e com mais escolaridade.

A pesquisa aponta ainda que o DF ficou em quarto lugar quando o assunto foi beber e dirigir em seguida, com 15,7% dos entrevistados – ficando atrás só de Goiânia, Florianópolis e Palmas. Separando por sexo, no entanto, as brasilienses ficaram no topo da lista nacional feminina. No ano passado, o Detran flagrou mais de 15,11 mil motoristas que combinaram álcool e direção. Foram 958 condutores a mais do que no ano anterior.

 

 

De acordo com a ANS, foram ouvidas 30 mil pessoas entre maio e dezembro de 2015 para a pesquisa. Ao todo, 53.021 entrevistas por telefone, em todas as capitais dos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal. Desse total, 30.549 pessoas afirmaram ter plano de saúde, sendo 19.345 mulheres e 11.204 homens.

Comentários

Comentários

Travesti desaparecida em Osasco pode ter sido vítima de transfobia, diz a mãe

TJ-SP pede prisão de Edinho, filho de Pelé. Ele deve se entregar hoje