Home»REGIÃO»ABCD»Bloco protesta contra corte de verba para carnaval da prefeitura tucana de São Bernardo

Bloco protesta contra corte de verba para carnaval da prefeitura tucana de São Bernardo

Bloco Eureca vai para as ruas, no dia 24, com faixas e cartazes contra decisão da Prefeitura.

Por Jessica Marques do ABCD Maior

Carnaval e crítica social sempre pularam juntos na avenida. A Região do ABCD não foge à regra. O corte de verbas para o Carnaval de São Bernardo desagradou a muitos fãs da tradicional e histórica folia, com desfiles de escolas de samba. Por conta disso, o Bloco Eureca vai às ruas, no dia 24 de fevereiro, para, além de curtir, protestar com faixas, cartazes e frases de repúdio à decisão do prefeito Orlando Morando (PSDB).

Bloco Eureca está no carnaval da cidade há 26 anos. Foto: Adonis Guerra

A concentração será às 13h30 da sexta-feira de Carnaval, na rua Jurubatuba, próximo ao número 1.610, no centro da cidade. O grupo vai seguir pelas ruas do centro, em ritmo carnavalesco, mas também de protesto.

O bloco Eureca é coordenado pela ONG Meninos e Meninas de Rua e está no carnaval da cidade há 26 anos, abrindo os festejos. Eureca significa Eu Reconheço o Estatuto da Criança e do Adolescente, e sempre trás assuntos atuais e reivindicações sociais quando coloca o bloco na rua.

Para o presidente da Super Liga de São Bernardo, Léo Oliveira, na decisão do corte de verbas para o Carnaval faltou diálogo entre a Prefeitura e as entidades representativas dos festejos, por isso, ocorrerá o protesto. “Houve um desrespeito muito grande por não tratar isso de maneira aberta conosco. Na outra gestão, sempre teve carnaval, melhor ou pior, mas teve”, afirmou.

A forma com que o anúncio do corte de verba do Carnaval foi feito também revoltou integrantes de escolas de samba. Os carnavalescos disseram ter sido informados da notícia por meio da imprensa e de redes sociais. “Deveria ter tido diálogo conosco, para que pudéssemos expor nosso lado. De forma nenhuma Carnaval é baderna. É uma cultura popular brasileira que nós temos que respeitar. Nós ganhamos dinheiro com nossos trabalhos. O Carnaval é um rendimento”, afirmou Léo Oliveira.

 

Comentários

Comentários

Telma de Souza vai exigir explicações sobre nepotismo na prefeitura tucana de Santos

Pai faz selfie em maternidade com baseado pra comemorar nascimento do filho