Home»REGIÃO»ABCD»BID libera R$ 80 milhões para mobilidade de Santo André

BID libera R$ 80 milhões para mobilidade de Santo André

Empréstimo de US$ 25 milhões financiará a construção e a recuperação da infraestrutura viária

Por Renan Fonseca, do ABCD Maior

O BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) informou nesta quinta-feira (28/07) que foi aprovado o empréstimo de 25 milhões de dólares (ou cerca de R$ 80 milhões) para investimentos em mobilidade urbana em Santo André. A Prefeitura, porém, ainda deve apresentar documentação sobre os projetos que serão financiados pelo montante. Além disso, o resgate desse dinheiro depende da aprovação do Senado.

Conforme o banco internacional, o programa vai financiar obras viárias que incluirão a melhora do cruzamento sobre o rio Tamanduateí e da conexão do município com o resto da área metropolitana de São Paulo e com o Porto de Santos. Além disso, o programa financiará a construção de aproximadamente 4 km de corredores exclusivos de ônibus tipo BRT (Bus Rapid Transit), o que permitirá reduzir os tempos de viagem e as emissões de gases de efeito estufa.

As estações do novo sistema terão acessibilidade universal, incluindo espaços adequados para carrinhos de bebê e cadeiras de rodas. O programa também melhorará a qualidade do entorno urbano nas áreas de intervenção e financiará o alargamento e recuperação de ruas, a renovação da iluminação pública e a criação de áreas verdes e ciclofaixas.

Segurança

Por fim, o programa também vai apoiar um plano estratégico de segurança viária que incluirá ações de conscientização para reduzir os acidentes de trânsito, melhora na segurança dos acessos às escolas do município e ações de monitoração e avaliação. Como resultado do projeto, haverá uma redução nos tempos de viagem de caminhões, veículos particulares e ônibus e um aumento da satisfação dos usuários do transporte público municipal.

Este empréstimo do BID tem período de amortização de 25 anos, período de carência de 5,5 anos e taxa de juros baseada na LIBOR.

Senado

Em nota, a Prefeitura de Santo André informou que a “publicação do BID se refere à aprovação interna do financiamento. A Prefeitura de Santo André aguarda o encaminhamento do processo pela PGFN – Procuradoria Geral da Fazenda Nacional ao Senado, para aprovação e posterior assinatura do contrato com o BID. Após a assinatura do contrato será definido o cronograma das obras com o Banco.”

“Após a assinatura do contrato será definido o cronograma das obras com o Banco. O projeto prevê a construção de viaduto sobre o rio Tamanduatei e a av. dos Estados, eliminando a rotatória e o semáforo existente no bairro Santa Terezinha. O Programa propõe ainda a implantação de corredores de transporte à partir da Estação Celso Daniel até a divisa com Mauá, pelas avenidas Cel. Alfredo Fláquer, Santos Dumont e Giovanni Batista Pirelli. Após a assinatura do contrato serão definidos os trechos de corredores à serem implantados.

Comentários

Comentários

USP abre nova etapa de plano de demissões voluntárias

Convenção oficializa candidatura de Jorge Lapas à reeleição