Home»REGIÃO»Grande SP»Osasco»Justiça nega recurso e ex-prefeito de Osasco Celso Giglio está inelegível

Justiça nega recurso e ex-prefeito de Osasco Celso Giglio está inelegível

Decisão mantém o tucano fora do pleito mais uma vez em razão de não ser “ficha limpa”

Por Redação

A Justiça negou nesta quarta-feira (20/07) um pedido de tutela de urgência do ex-prefeito de Osasco Celso Giglio (PSDB). Com a decisão, o deputado estadual tucano segue inelegível. Ele era tido como um dos principais adversários do prefeito Jorge Lapas (PDT), que busca a reeleição.

O recurso era uma alternativa para tentar reverter a condenação. Por ter suas contas da época em que foi prefeito da cidade rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado, decisão ratificada pela Câmara Municipal, Giglio está inelegível com base na lei Ficha Limpa.

A condenação já havia deixado Giglio inelegível na disputa de 2012. O tucano manteve a candidatura até o final e acabou tendo seus votos anulados. Na ocasião, o ex-deputado federal João Paulo Cunha (PT) também foi declarado inelegível, mas preferiu renunciar à candidatura.

Comentários

Comentários

Museu ambulante viaja o Brasil levando cultura e entretenimento ao púbico

Com mais de três meses de atraso, Alckmin nomeia integrantes do Condepe