Home»Política»Com mais de três meses de atraso, Alckmin nomeia integrantes do Condepe

Com mais de três meses de atraso, Alckmin nomeia integrantes do Condepe

Conselho formado por integrantes da sociedade civil e do poder público tem atribuição para apurar violações aos direitos humanos no Estado

Por Redação

Com mais de três meses de atraso, o governador Geraldo Alckmin finalmente nomeou os integrantes do Condepe (Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana de São Paulo). O órgão tem atribuição para apurar violações aos direitos humanos no Estado.

Os nomes dos novos conselheiros – escolhidos por entidades de direitos humanos, além de entidades como a Secção São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP) e representantes de órgãos do poder público, como o Ministério Público do Estado, Tribunal de Justiça e Defensoria Pùblica – foram publicados no Diário Oficial desta quarta-feira (20/07).

Os nomeados têm mandato até 2018. Desde o dia 3 de abril, eles aguardavam a oficialização da nova formação do colegiado. Na avaliação dos eleitos, o atraso na publicação atrasou diligências, audiências públicas, reuniões, requisições de documentos, apurações e outras atividades do Condepe.

Comentários

Comentários

Justiça nega recurso e ex-prefeito de Osasco Celso Giglio está inelegível

Cohab renova acordo e garante sede do Pombas Urbanas na Cidade Tiradentes até 2044