Home»REGIÃO»Capital»Deputados farão audiência sobre “ranking” da vida sexual de alunas da Esalq

Deputados farão audiência sobre “ranking” da vida sexual de alunas da Esalq

Comissão de Direitos Humanos quer discutir as formas de violência sexual contra a mulher no ambiente universitário

A Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de São Paulo vai realizar nesta quarta-feira uma audiência pública para discutir a violência sexual contra as mulheres no ambiente universitário.

A reunião vai tratar especificamente do caso da Esalq – escola de Agronomia ligada à Universidade de São Paulo com sede em Piracicaba – onde um grupo de alunos publicou um ranking que expunha os alunos homossexuais e a vida sexual das colegas.

Na lista exposta em um cartaz no campus, eram revelados apelidos das estudantes, características do corpo delas – inclusive com conotação racial -, além de detalhes sobre as atividades sexuais praticadas com cada uma delas. Os casos de violência nos trotes, inclusive de cunho sexista, já são investigados dentro da instituição.

Segundo a deputada Beth Sahão (PT), o caso chegou à comissão depois de uma audiência realizada sobre uma situação semelhante ocorrida no Grajaú (Zona Sul da capital paulista), em que alunos do ensino médio expunham suas colegas nas redes sociais.

A parlamentar lembrou que uma CPI realizada na legislatura passada já havia investigado casos de abuso sexual e até mesmo estupro dentro da USP, com casos especialmente graves dentro da Faculdade de Medicina.

Além de representantes da Esalq, a expectativa é de conseguir depoimentos de vítimas. “A exposição da intimidade também é uma forma de violência contra a mulher. Sabemos que é difícil para quem é alvo desse tipo de violência se expor, mas dependemos de informações para conseguir coibir essa prática”, afirma a petista.

Ela defendeu a formação de um grupo com representantes do Ministério Público do Estado de São Paulo, da Assembleia Legislativa, da União Nacional dos Estudantes (UNE) e de coletivos de mulheres para acompanhar a situação.

Comentários

Comentários

Vereador vai apresentar substitutivo para regularizar o Uber em SP

Prefeitura vai transformar trecho da Sete de Abril em calçadão