Home»Destaque»TCE-SP vai vistoriar obras sem licitação da Sabesp estimadas em R$ 400 milhões

TCE-SP vai vistoriar obras sem licitação da Sabesp estimadas em R$ 400 milhões

O governo de Geraldo Alckmin (PSDB) assinou contratos emergenciais a partir de 2014 para combater a falta d’água, que já era prevista desde 2004
Da Redação

 

A presidente do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, Cristiana de Castro Moraes, determinou uma vistoria de auditores às obras emergencias contratadas sem licitação pela Sabesp para combater a crise hídrica.

Segundo o Ministério Público de Contas, o montante desses contratos pode chegar a até R$ 400 milhões. Ao todo, foram assinados nove contratos. A empresa alega que as contratações seguiram os preceitos da Lei de Licitações.

Para os procuradores, a contratação direta, sem passar por um processo licitatório, só seria possível se o governador Geraldo Alckmin (PSDB) tivesse formalizado a situação de emergência que o Estado vive em função da ameaça de desabastecimento de água.

Em análise das contas estaduais, o TCE-SP já apontou a responsabilidade do governo estadual pela crise hídrica. Destacou que a administração tucana vinha sendo avisada desde 2004 sobre a possibilidade de colapso no sistema de abastecimento, mas não tomou providências.

Com informações do G1.

Comentários

Comentários

Para MPT, terceirização na Sabesp agrava a crise hídrica

Investigação de chacina de Osasco acirra choque entre as polícias de Alckmin