Home»REGIÃO»ABCD»Governo Alckmin exclui nove projetos de mobilidade urbana das PPPs

Governo Alckmin exclui nove projetos de mobilidade urbana das PPPs

Linhas de trem, metrô, monotrilho e corredor da EMTU deixaram os projetos de parceria com a iniciativa privada

Da Redação

O governo de Geraldo Alckmin (PSDB) descartou a utilização de parcerias com a iniciativa privada para a execução de 32 pojetos que já haviam sido anunciados, dos quais, onze na área de mobilidade urbana.

Entre as obras excluídas, estão as linhas de trem expresso para Jundiaí, Bandeirante e ABC, o metrô para Guarulhos e o monotrilho para o aeroporto de Guarulhos, além do corredor de ônibus para Santana do Parnaíba.

O Executivo estadual diz que não está excluindo projetos, mas ideias de empresas ou consórcios privados que não são prioritárias para o Estado ou cuja execução pode ser feita de forma mais eficiente e menos onerosa para o contribuinte”.

Segundo o governo paulista, o Conselho Gestor de PPP pedirá que sejam submetidas propostas atualizadas, em face da mudança do cenário econômico e regulatório”.

O conselho gestor das Parcerias Público-Privadas do Estado considerou que há a necessidade de um regramento mais preciso com relação às etapas da tramitação das propostas”, “definição mais clara quanto as competências e responsabilidades” dos órgãos envolvidos, entre outros aspectos que necessitam de mudanças.

Comentários

Comentários

Motorista de Hilux ameaça ciclista: "Vagabunda, aqui não é Amsterdã"

Ativistas flagram GCM trabalhando com arma semelhante a soco inglês na Praça da Sé