Home»Sem categoria»Acidentes com vítimas caem 29% nas marginais após redução de limite de velocidade

Acidentes com vítimas caem 29% nas marginais após redução de limite de velocidade

Segurança no trânsito aumentou com a redução da velocidade máxima. Lentidão cai 10% e acidentes caem 23% nas marginais Tietê e Pinheiros.


Da Redação

Dados da companhia de Engenharia de Tráfego (CET) divulgados nesta quarta-feira, 19, mostram que, um mês depois da redução da velocidade máxima na Marginais Pinheiros e Tietê, o número de acidentes com vítimas (mortos e feridos) nas Marginais caiu 29%, na comparação entre as primeiras quatro semanas com os novos limites e o mesmo período de 2014. Foram 110 ocorrências no ano passado, contra 78 em 2015. Os acidentes sem vítima caíram 20%, de 272 para 217 ocorrências.

A companhia informou também que com a redução da velocidade máxima, a lentidão nas duas vias caiu 21% no horário de pico da tarde e 3% pela manhã. Acidentes com vítimas tiveram redução de 29%, e sem vítimas caíram 20%

No período de 20 de julho (data de início da redução da velocidade máxima) a 14 de agosto de 2015, a média diária de lentidão nas marginais Tietê e Pinheiros caiu 10% na comparação com o mesmo período de 2014 (entre 21 de julho e 15 de agosto do ano passado).
Os índices de lentidão caíram nos dois horários de pico. Pela manhã, a queda foi de 3% e, no período da tarde, foi de 21%. No período entre picos, houve aumento de 8%.
Também houve redução de 25% nos acidentes com mortes, e de 67% nos atropelamentos no período.

Proteção à vida

As mudanças fazem parte do Programa de Proteção à Vida, criado pela Prefeitura de São Paulo, iniciado em 2013, no começo da atual gestão. O objetivo é regulamentar em 50 km/h o limite de velocidade nas principais avenidas da cidade visando a redução de acidentes e atropelamentos na cidade, ampliado uma série de ações para segurança de todos os agentes do trânsito, especialmente os pedestres.
O balanço completo da companhia será divulgado nesta quarta-feira, 19, durante coletiva de imprensa na Prefeitura de São Paulo.

A CET está acompanhando o desempenho da nova medida e orientando o tráfego na região. Além dos acidentes, a lentidão também caiu entre a tarde e a noite nas marginais.

A velocidade máxima permitida caiu de 90 km/h para 70 km/h nas pistas expressas, de 70 km/h para 60 km/h nas centrais; e de 60 km/h para 50 km/h nas pistas locais. No caso de ônibus e caminhões, a velocidade limite nas pistas expressas é de 60 km/h.

Comentários

Comentários

Com atraso, governo Alckmin finalmente admite oficialmente a crise hídrica

Uma São Paulo sem memória: quem lucra?