Home»Sem categoria»Justiça aceita denúncia por gestão fraudulenta no fundo de pensão do Metrô-SP

Justiça aceita denúncia por gestão fraudulenta no fundo de pensão do Metrô-SP

Entre os acusados está um antigo dirigente do diretório tucano na capital paulista, que comanda o Metrus há mais de 20 anos

Da Redação
A Justiça Federal em São Paulo aceitou a denúncia do Ministério Publico Federal contra oito acusados de gestão fraudulenta no Instituto de Seguridade Social dos Funcionários do Metrô de São Paulo (Metrus).

Entre os denunciados estão os atuais diretores do Metrus, empresários e ex-gestores do Banco Banif. Um deles é Fabio Mazzeo, ex-dirigente do PSDB paulistano, que comanda o Metrus há mais de 20 anos.

De acordo com o MPF, os réus são responsáveis por irregularidades financeiras que resultaram em prejuízo de pelo menos R$ 137 milhões ao Metrus. As práticas envolveram duas operações com a transação de títulos sem lastro, previamente estruturadas para fraudar o fundo de pensão.

A juíza Fabiana Alves Rodrigues, da 10ª Vara Federal Criminal em São Paulo/SP, especializada em crimes contra o sistema financeiro e lavagem de dinheiro, também determinou a quebra de sigilo bancário dos réus.

Com informações da Justiça Federal

Foto: Gilberto Marques / Governo de São Paulo

Comentários

Comentários

Dia dos Pais: Dez filmes com pais fortes e exemplares

Haddad demonstra preocupação com ataque a haitianos no Centro de SP