Home»Sem categoria»Em São Paulo, região do Minhocão terá jardins verticais

Em São Paulo, região do Minhocão terá jardins verticais

Chamamento público vai definir os interessados em executar a obra, que além de melhorar a paisagem urbana, vai contribuir na filtragem da poluição do ar

Por Guilherme Franco

A região central da cidade de São Paulo vai ficar mais verde. A prefeitura iniciou na última terça-feira (5) o chamamento público para que edifícios vizinhos ao Elevado Costa e Silva (Minhocão) possam receber a instalação de jardins verticais.

Poderão se candidatar condomínios que possuam empenas cegas (paredões sem janelas) que estejam localizadas a uma quadra do viário e a escolha dos edifícios será feita pela Câmara Técnica de Compensação Ambiental (CTCA). Os recursos para a implantação dos jardins virão da Secretaria do Verde, por meio dos Termos de Compensação Ambiental (TCA) que as incorporadoras têm com a secretaria.

Além de melhorar a paisagem urbana, os jardins são capazes de contribuir na filtragem da poluição do ar e no conforto térmico, tanto do edifício onde está instalado, quanto do seu entorno. As plantas auxiliam também no controle da umidade, além de representarem uma significativa barreira acústica.

Qual o futuro do Minhocão?

Daqui alguns anos São Paulo não terá mais o Elevado Presidente Costa e Silva. Não, pelo menos, como via para carros. Isso porque o Plano Diretor Estratégico, sancionado pelo prefeito Fernando Haddad (PT), determina que nele seja progressivamente vetada a circulação de veículos motorizados individuais e que isso seja feito através de uma lei específica.

A interdição para veículos já proporciona à população a oportunidade de ocupar o espaço. Centenas de pessoas usam a avenida suspensa para correr, andar de bicicleta, de skate e periodicamente festas e atividades culturais são realizadas aos finais de semana. Esse é o principal mote para a construção de um parque. A previsão é que a desativação ocorra em até quatro anos, mas o futuro da estrutura ainda segue indefinido.

Foto: Fernando Stankuns

Comentários

Comentários

Atividade física na terceira idade: é possível se superar?

6 eventos gratuitos para o Dia das Mães