Home»Sem categoria»Brown foi agredido por cerca de dez policiais, afirma esposa

Brown foi agredido por cerca de dez policiais, afirma esposa

De acordo com Eliane Dias, companheira e produtora do rapper, ele foi detido por “desacato” depois de tentar se defender da agressão de cerca de dez policiais durante uma blitz

Por Redação 

A companheira e produtora de Mano Brown, Eliane Dias, afirmou em entrevista ao jornal O Globo que o rapper foi agredido por cerca de dez policiais militares antes de ser detido e encaminhado ao 37º  DP na tarde desta segunda-feira (6).

De acordo com uma primeira versão dada pela políciaBrown estava com a habilitação e o licenciamento do veículo vencidos e, por isso, teria furado uma blitz na na avenida Carlos Caldeira Filho, zona sul da capital.  Por supostamente ter se recusado a mostrar a habilitação e ser conduzido ao Distrito Policial, ele teria sido detido por desacato. 

Na versão de sua companheira, no entanto, o desacato de Brown teria sido motivado por uma agressão de cerca de dez policiais. Segundo Eliane, ele foi parado, começou uma discussão e, primeiramente, dois policiais o agrediram. Como o rapper resistiu, mais PMs chegaram para a agressão. “O Mano é perseguido pela polícia”, afirmou.

Neste momento, Brown está no 37º DP com seus advogados.

Em 2004 o rapper também havia sido preso por “desacato” e foi liberado no dia seguinte após pagar fiança.

Foto: Jadson Nobre/PCR 

 

Comentários

Comentários

Mano Brown é liberado depois de ser detido por "desacato"

Suplicy defende Mano Brown e critica PM: "Não justificava aquele procedimento"