Home»Sem categoria»Pré-Carnaval em grande estilo

Pré-Carnaval em grande estilo

Último final de semana antes do feriado oficial conta com muitos blocos de rua que já têm data e atrações confirmadas. Para você não se perder em meio a tantos desfiles, selecionamos alguns deles que acontecem neste final semana; confira

logo carnaval

 

 

 

Por Redação

Faltando poucos dias para o início do carnaval 2015, o clima de folia continua tomando conta da capital paulista. Além dos ensaios técnicos gerais que acontecem aos finais de semana no sambódromo do Anhembi, os blocos de rua já estão reunindo milhares de pessoas desde o início do mês.

Mas a maior concentração de desfiles está reservada para este final de semana, o último antes do feriado. Dos 300 blocos de rua divulgados pela prefeitura de São Paulo, 110 vão desfilar entre hoje (6) e domingo (8), a maioria deles na região Oeste e no Centro.

Sexta-feira (6)

Nesta sexta-feira (06), as ruas do bairro do Butantã serão tomadas pelo bloco “Bantantã”, que tem como principal característica a garantia da tradição de enaltecer os velhos carnavais que não voltam mais. A concentração começa às 21h, na avenida Waldemar Ferreira, que dá acesso ao portão 1 da universidade.

Na Praça Roosevelt, na Consolação, o “Bloco Blackpholia” homenageia duas personalidades a partir das 19h: o cantor e compositor Jair Rodrigues, que completaria 76 anos na data; e o ator Eduardo Silva, famoso pelo personagem Bongô, do Castelo Rá-Tim-Bum.

Confira o guia do Carnaval de rua 2015, com o calendário, agenda, personagens e muitas histórias dos blocos paulistanos que fazem parte da festa mais popular do Brasil!

Sábado (7)

No sábado (7), os amantes dos Beatles poderão acompanhar o bloco “Sargento Pimenta”, na avenida Paulo VI (continuação da avenida Sumaré, Sumaré) – no trecho entre a avenida Henrique Schaumann e estação de metrô Sumaré. O repertório mistura ritmos percussivos e música dos Beatles. Mais cedo, às 11h, o bloco “Bangalafumenga” desfila no local com 200 ritmistas que tocam músicas de Gilberto Gil, Lenine e Alceu Valença.

Já no Cambuci, às 14h, o “Bloco da Ressaca” sai com um trio elétrico que conta com 50 percussionistas. Neste ano, o tema será a escassez de água no estado, segundo um dos versos da composição: “Sem eira nem beira, de Ressaca na Cantareira”.

Outra atração para o paulistano será o bloco da “Dita-dura”, que critica de forma descontraída o movimento conservador que propõe a volta do regime militar. As marchinhas são paródias que valorizam a diversidade e os direitos humanos. O bloco sai no início da tarde do Largo do Arouche e termina na Rua Augusta.

Domingo (8)

Criado em 2000 com o objetivo de resgatar os blocos de rua da cidade, a “Banda do Fuxico” é o primeiro oficialmente LGBT de São Paulo. A concentração, que começa às 10h na Avenida Doutor Vieira de Carvalho, vai passar pela Praça da República e se encerra no Largo do Arouche.

Perto dali, na Rua Augusta, o bloco “Acadêmicos do Baixo Augusta” pretende levar cem mil pessoas às ruas com o tema “Desbunde na Augusta”. Neste ano, o bloco estreia sua banda comandada por Wilson Simoninha. No carro de som, a DJ Tatá Aeroplano agitará a turma, enquanto a atriz Alessandra Negrini segue como rainha do bloco e Tulipa Ruiz como Madrinha.

Na Sumaré, zona Oeste de São Paulo, o bloco “Quizomba” vai desfilar pelo terceiro ano seguido ao som de Jorge Ben Jor, Tim Maia, Caetano Veloso, Nirvana, Rollings Stones e Pharrel Williams, além de marchinhas e sambas. A concentração tem início às 12h.

Comentários

Comentários

Governo de São Paulo quer retirar direitos das servidoras gestantes

"Só o desbunde nos resta", diz fundador do bloco do Baixo Augusta