Home»Sem categoria»Dos 3 mil novos médicos de SP, somente 0,9% são negros

Dos 3 mil novos médicos de SP, somente 0,9% são negros

Por outro lado, 85% dos formandos de 2014 são brancos e 76% são sustentados pela família. Praticamente metade dos formandos tem renda familiar acima de 20 salários mínimos

Por Redação

Números divulgados pelo jornal O Estado de S. Paulo, baseados em levantamento feito pelo Conselho Regional de Medicina (Cremesp), mostram que apenas 0,9% dos 3 mil formandos em Medicina, no ano de 2014, são negros.

Os dados foram obtidos pelo Cremesp com base em informações fornecidas pelos recém formados na inscrição do exame obrigatório realizado pelo órgão.

De acordo com a pesquisa, 85% dos egressos do curso de Medicina são brancos. Mulheres são maioria, 56,6%. O estudo apontou, ainda, para a elitização da profissão: 47% dos profissionais têm renda familiar superior a 20 salários mínimos.

Dos 3 mil novos médicos de São Paulo, 76% declararam que são sustentados pela família.

Comentários

Comentários

Apoiado pela mídia, Alckmin passa incólume pela crise, enquanto Dilma é massacrada

Abre alas para o Bloco do Tucanistão