Home»Sem categoria»Reintegração de posse em andamento na ocupação do Parque Augusta

Reintegração de posse em andamento na ocupação do Parque Augusta

Em meio à resistência de aproximadamente 50 ativistas, policiais militares vão fechar o local até as 17h

Por Redação

Reaberto no último final de semana, o Parque Augusta pode voltar a ter seus portões fechados. O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo expediu um mandado de reintegração de posse nesta quarta-feira (21) e policiais militares estão no local desde as 15h30 para retirar os ocupantes e fechar o espaço até as 17h.

De acordo com o advogado do movimento Organismo Parque Augusta , Daniel Biral, os ativistas não pretendem cumprir a ordem judicial. “Estamos em pelo menos 50 pessoas aqui que defendem permanência do parque e não vão entregar o terreno. Estamos negociando com o promotor, que ameaça levar todos presos”, revelou.

Impasse

Há 40 anos o Parque Augusta, uma das últimas áreas verdes remanescentes no centro de São Paulo, segue ameaçado pelos interesses das incorporadoras das incorporadoras Setin e Cyrela, que pretendem construir um grande projeto imobiliário na região.

Embora a criação do parque tenha sido assinada há mais de um ano pelo prefeito Fernando Haddad (PT), o cenário atual ainda é de disputa pelos 24 mil metros no coração da capital paulista. Desde o último fim de semana, o parque foi ocupado por ativistas e defensores da permanência da área.

Foto: Daniel Biral

Comentários

Comentários

Alckmin começa o ano correndo... Da imprensa

Suplicy, como secretário de Direitos Humanos, quer implantar Renda Básica de Cidadania em SP