Home»REGIÃO»Capital»São Paulo ganha seu primeiro prédio de moradia popular para artistas

São Paulo ganha seu primeiro prédio de moradia popular para artistas

O prefeito Fernando Haddad transformou um edifício abandonado no centro da capital no “Palacete dos Artistas”; 50 profissionais aposentados com baixa renda serão beneficiados 

Por Redação 

Foi inaugurado em São Paulo, na última sexta-feira (12), o Palacete dos Artistas – um prédio de moradia popular destinado a artistas com mais de 60 anos e renda familiar de até três salários mínimos. 

O edifício, que fica no meio da avenida São João, no centro da capital, estava abandonado há anos e passou por reforma para receber os novos moradores, que já estão começando a ocupar os apartamentos. 

Cerca de 50 artistas, de entidades como Sindicato dos Artistas, Cooperativa Paulista de Teatro e Ordem dos Músicos serão beneficiados com a moradia. Eles terão que destinar de 10% a 12% de sua renda mensal pelo apartamento, com contrato renovável após 4 anos. 

Ao todo, foram investidos cerca de R$ 8,2 milhões, sendo R$ 1,3 milhão em restauro; R$ 5,1 milhões em reformas e adequações em geral e R$ 1,8 milhão em reforços da estrutura do prédio e adequação e instalação dos elevadores. Outros R$ 4,2 milhões foram gastos com a desapropriação do edifício. Os recursos são do Programa Especial de Habitação Popular (PEHP), do Governo Federal. 

 “Conjuga habitação, cultura e requalificação do Centro. Me parece um projeto bastante virtuoso”, afirmou o prefeito Fernando Haddad (PT) durante a entrega do edifício reformado. 

Foto: Fabio Arantes/SECOM 

Comentários

Comentários

SP ou Faixa de Gaza? PM terá blindados israelenses para conter manifestações

Restauração de Paranapiacaba começa em fevereiro