Home»REGIÃO»ABCD»Para disputar torneio internacional, Vasco de Santo André faz “vaquinha”

Para disputar torneio internacional, Vasco de Santo André faz “vaquinha”

Time da várzea andreense ganhou o direito de jogar Copa Pan-Americana, mas precisa de verba

Por Antonio Kurazumi, no ABCD Maior

Com nome inspirado no xará famoso do Rio, o Vasco da Gama de Santo André não tem um time profissional e sequer ocupa uma posição de protagonismo na várzea local. Mas forma jogadores como poucos em todo o ABCD e uma prova disso é que se classificou para a fase internacional da Copa Pan-Americana, de onde surgem os futuros craques. O torneio acontece entre 5 e 11 de janeiro na cidade de Nova Europa, na região de Araçatuba. Em meio a clubes renomados, o Vasquinho não possui verba para fazer a inscrição das equipes sub-15 e 16 e pede por ajuda.

“Precisamos de R$ 8 mil ao todo para participar e já conseguimos parte desse valor, com a Prefeitura (que oferecerá o transporte) e a Altec (kits de viagem), mas ainda dependemos de R$ 3 mil para a inscrição e alimentação. As crianças fizeram até rifas. De qualquer jeito iremos estar em Nova Europa, nem que seja necessário fazer um empréstimo no banco”, garantiu o diretor de esportes do Vasco, João Simão.

A importância do campeonato se deve à presença de equipes profissionais – o Cruzeiro é um exemplo – e estrangeiras, vide uma seleção do Paraguai, um representante do Peru e até um do Japão, além de um total de 330 gringos. Para fazer parte desse seleto grupo, o Vasquinho passou por duas fases, uma regional e outra nacional. Nessa última etapa, inclusive, o clube que é vizinho do estádio Bruno José Daniel derrotou o Colo Colo, do Chile, que foi convidado. 

“Noventa porcento dos meninos da nossa escolinha (de onde sairão os times para o torneio) são carentes, da CDHU, Jd. Irene e Vila Luzita, não cobramos nada e eles treinam quatro vezes por semana. Ficamos conhecidos porque estamos em muitos campeonatos e fazemos divulgação pelas redes sociais”, conta Simão, que mandará 40 garotos ao Interior. Os jovens ainda estão sendo selecionados em processo que vai até 23 de dezembro, mas já é possível escrever que cinco deles foram campeões invictos no último fim de semana da Copa Andrezinho.

“Não temos patrocínio e há muita equipe profissional no meio, muitas se preparando até para o Campeonato Paulista”, comparou o dirigente. 

Com times na Terceira Divisão, Juniores, Juvenil e Infantil nos torneios da Liga, o Vasquinho, com 61 anos de vida, se orgulha mesmo do trabalho feito na base e de dizer que fará parte de uma disputa de nível internacional, de ser um clube amador entre os profissionais.

Foto: Reprodução/Facebook 

Comentários

Comentários

Anderson Silva: "Pode ser que no futuro eu descubra que sou gay"

Auditoria aponta: SP pode economizar 7% no sistema de ônibus