Home»Sem categoria»Jeito tucano de governar: Se não gostar do projeto, sabote

Jeito tucano de governar: Se não gostar do projeto, sabote

“Enfiei Campinas logo que veio o projeto. Para quê? Para complicar, verdade, para ganhar tempo”, afirmou José Serra, relembrando, em público, como boicotou o trem-bala, projeto do governo federal, só porque ele não era favorável ao empreendimento

Por Redação

Um episódio emblemático do sentimento tucano, de que tudo pode ser feito em São Paulo por eles, até mesmo sabotar projetos que podem favorecer os paulistas, sem que sejam questionados por isso. Assim pode ser visto a recente confissão do ex-governador e senador eleito, José Serra (PSDB).

“Enfiei Campinas logo que veio o projeto. Para quê? Para complicar, verdade, para ganhar tempo”, afirmou Serra, explicando como fez para sabotar o projeto do trem-bala, que ligaria São Paulo e Rio de Janeiro.

Não satisfeito, o tucano ainda explicou como fez para deixar ainda mais moroso o projeto. “Peguei o Luciano Coutinho, que é o presidente do BNDES, foi meu colega, um sujeito informado, e falei ‘você não vai entrar nessa loucura de trem bala, né?’. Então eu vou propor que o BNDES faça um estudo e você demora. E ele fez mesmo, demorou para burro, sabe? Para ganhar tempo.”

As declarações foram dadas em evento organizado pela Onda Azul, movimento que apoia o PSDB e sugere filiações ao partido. Segundo Serra, o projeto do trem-bala é um exemplo de como o PT não está preparado para governar.

O projeto do trem-bala, que ligará São Paulo ao Rio de Janeiro, é defendido pelo governo federal e foi uma das promessas da presidenta Dilma Rousseff (PT), ainda na campanha eleitoral de 2010.

Comentários

Comentários

Turma do "tá com dó, leva pra casa" perde sua referência

A morte que não comove