Home»Sem categoria»Conta do Itaquerão: Haddad quer R$12 milhões do Corinthians em contrapartidas sociais

Conta do Itaquerão: Haddad quer R$12 milhões do Corinthians em contrapartidas sociais

A prefeitura formou uma comissão para cobrar do clube paulista o acordo firmado em 2011 para ceder o terreno onde foi construído o estádio; o valor deve ser revertido na construção de creches e de equipamentos esportivos gratuitos na região de Itaquera 

Por Redação 

Três meses após a inauguração da Arena Corinthians, em Itaquera, chegou a hora do clube alvinegro pagar a conta que tem com a prefeitura. Isso por que o prefeito Fernando Haddad (PT) formou uma comissão, chefiada pela vice-prefeita Nadia Campeão (PCdoB), para cobrar as contrapartidas sociais exigidas pelo uso do terreno onde foi construído o estádio, que pertence à prefeitura.

As contrapartidas exigidas pela prefeitura foram acordadas com o clube em 2011 através de um termo de ajustamento de conduta, que teve intermediação do Ministério Público Estadual. O Corinthians chegou a alegar que já havia pago as contrapartidas por meio de campanhas de doação de sangue e visitas de jogadores a entidades carentes. O MP, no entanto, entendeu que as contrapartidas oferecidas pelo clube estavam “fora do perfil estabelecido pelo acordo judicial”.

A gestão municipal tenta agora, portanto, firmar um acordo com o Corinhians para que os R$12 milhões sejam investidos na construção de creches e de equipamentos esportivos gratuitos para a população de Itaquera. De acordo com a prefeitura, as negociações já estão em andamento e não há resistência por parte do clube.

O prazo para o pagamento total é até 2019, mas a prefeitura espera que pelo menos R$4 milhões já sejam quitados até o final deste ano.

A construção do estádio teve custo estimado em quase R$1 bilhão.

Com informações do Estadão 

Comentários

Comentários

Próximo da eleição, massacre contra sem-teto em SP pode mobilizar eleitor conservador

Ciclovia vermelha é propaganda do PT? Só para deputado do PSDB