Home»Sem categoria»Futebol: em dias de jogos a noite, Metrô esticará funcionamento

Futebol: em dias de jogos a noite, Metrô esticará funcionamento

A decisão do Governo Estadual vem depois da revolta de torcedores do Corinthians que, na semana passada, encontraram os portões da estação Itaquera fechados pouco depois do término da partida na Arena; no horário dos jogos, que é a Globo quem determina, ninguém mexeu 

Por Redação  

Nos dias em que houver jogos às 22h na capital, o Metrô funcionará até mais tarde nas estações próximas aos estádios. Abertas normalmente até às 00h19, em dias de partida elas ficarão abertas até às 00h30 para que o torcedor tenha tempo hábil de sair do estádio e contar com o transporte.

A decisão veio depois de uma reunião realizada nesta segunda-feira (28), no Palácio dos Bandeirantes, entre o presidente do Corinthians, Mario Gobbi, o ex-presidente do clube, Andres Sanchez, o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Regional, Julio Semeghini e o secretário dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes. Também participou do encontro o presidente do Metrô, Luiz Antonio Carvalho Pacheco.

Agora a estação Itaquera, próxima a Arena Corinthians, funcionará até às 00h30 em dias de jogos a noite, bem como as estações próximas aos outros estádios da capital. Além do Metrô, os torcedores podem contar também, em Itaquera, com a CPTM, que já trabalha com um trem que passa 00h50 na estação e vai até as estações Tatuapé, Brás e Luz.

O horário de funcionamento do transporte público em São Paulo já é uma reivindicação antiga de torcedores que acompanham os jogos de seus clubes pela capital. Na última quarta-feira (23) o problema foi ainda mais exposto depois da primeira partida de mando do Corinthians no Itaquerão. Ao término do duelo contra o Bahia, centenas de pessoas ficaram sem ter como ir para casa pois a estação Itaquera fechou em menos de 20 minutos depois do fim do jogo.

O Metrô é o principal meio de locomoção na região, que fica no extremo leste da cidade.

Revoltados, os torcedores corintianos criticaram a Rede Globo,  que é quem detém os direitos de transmissão e que determina os horários dos jogos. Nesse ponto, no entanto, ninguém mexeu ainda.

Leia mais sobre o assunto: 

Porta na cara dos corintianos

 

Comentários

Comentários

PM faz duas reintegrações de posse no centro

#BrasilPerifa debate: “Cultura urbana”