Home»Sem categoria»Monumento no Ibirapuera prestará homenagem a vítimas da ditadura

Monumento no Ibirapuera prestará homenagem a vítimas da ditadura

O CONDEPHAAT aprovou a instalação da obra assinada por Ricardo Ohtake na área externa do parque; a intenção é rememorar os mortos e desaparecidos do regime militar, 50 anos após o golpe

Por Redação 

Como uma das inúmeras iniciativas de memória aos 50 anos do golpe militar, que culminou em quase duas décadas de ditadura a partir de 1964, a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania vai colocar um monumento em homenagem aos mortos e desaparecidos políticos do regime na área externa do Parque do Ibirapuera.

O projeto idealizado pela Coordenação de Políticas de Direito à Memória e à Verdade da secretaria recebeu o aval, nesta segunda-feira (30), do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (CONDEPHAAT), que delibera obras junto ao parque, tombado como patrimônio histórico.

“Instalar este monumento num local que é um cartão-postal de São Paulo coloca a luta contra o estado de anomalia que assolou o País por 20 anos no centro das reflexões de todos os que por ali passam”, afirmou o secretário municipal de Direitos Humanos e Cidadania, Rogério Sottili

O monumento terá três chapas brancas e uniformes que serão grafadas com os nomes de mortos e desaparecidos políticos de 1964 e 1985. Também haverá chapas disformes que representarão a trajetória dos resistentes ao regime.

O projeto é de autoria de Ricardo Ohtake, artista e arquiteto que criou o primeiro monumento relacionado ao tema no cemitério Dom Bosco, em Perus, local onde foram encontradas mas de mil ossadas de desaparecidos políticos.

Não há uma data exata para a inauguração do monumento, mas a secretaria garante que ela se dará ainda esse ano, como forma de rememorar os 50 anos do golpe.

Foto: ilustração/divulgação 

 

 

Comentários

Comentários

Usuários ocupam trilhos depois de mais uma falha da CPTM

“Gambé coronhada”: Cartunista satiriza HQ de Telhada e sugere nova versão