Home»REGIÃO»Capital»Sem teto e PM entram em confronto em frente à Câmara

Sem teto e PM entram em confronto em frente à Câmara

Manifestantes protestavam contra interrupção de votação do Plano Diretor da cidade

Por Redação

Um grupo de sem teto que acompanhava a votação do Plando Diretor Estratégico (PDE) da cidade de São Paulo, na tarde desta terça-feira (29), em frente à Câmara Municipal, rebelou-se com a interrupção da discussão no plenário e passou a jogar pedras contra o prédio, incendiar objetos e acabou entrando em confronto com a Polícia. Segundo a PM, cerca de mil pessoas participam da manifestação. A polícia teve de fechar as portas do Palácio Anchieta para evitar invasão do prédio.

Segundo a Assessoria da Câmara Municipal, a manifestação foi promovida por entidades do movimento de moradia. O estopim para o confronto foi a suspensão da sessão extraordinária na qual se esperava que fosse votado o PDE. Manifestantes botaram fogo em lixeiras e banheiros químicos, o que motivou a ação da polícia, que lançou bombas de efeito moral e gás lacrimogênio para dispersar a multidão. Também foram quebrados algumas das janelas da fachada do Palácio Anchieta.

A intenção da liderança do governo era votar o Plano Diretor em primeira discussão ainda hoje, mas o projeto ainda precisa da aprovação de cinco comissões da Casa antes de ter condições de ir a votação. O regimento interno permite que essa votação seja feita em uma reunião conjunta dos colegiados, mas, como a leitura dos votos em separado atingiu o teto de 75 minutos previsto pelo regimento, a reunião foi suspensa.

O presidente da Câmara, José Américo (PT), optou então por adiar a votação para esta quarta-feira (30), quando a publicação dos votos em separado e pareceres das comissões no Diário Oficial permitirá a apreciação do PDE nas comissões.

Os manifestantes pertencem a grupos que lutam por moradia e cobram a rápida aprovação do texto para que sejam criadas novas áreas para construção de moradias populares em terrenos onde atualmente há ocupações.

(Crédito da foto da capa: Reprodução/TV)

Comentários

Comentários

Festa pré-Parada LGBT terá sua quarta edição

Trabalhador da Sabesp conquista fim do salário regional