Home»Sem categoria»Dobra número de mortes causadas por PMs em SP

Dobra número de mortes causadas por PMs em SP

Policiais em serviço provocaram morte de 52 pessoas em janeiro de 2014; média dos últimos dez anos é de 27 casos por mês

Por Redação

No total, PMs matam 72 pessoas no primeiro mês de 2014 (foto: Wikimedia Commons)
No total, PMs matam 72 pessoas no 1º mês de 2014 (foto: Wikimedia Commons)

Janeiro foi o mês mais violento da Polícia Militar de São Paulo nos últimos dez anos. Segundo reportagem publicada nesta segunda-feira (10) no jornal “Folha de S. Paulo”, PMs mataram, em serviço ou de folga, 76 pessoas no primeiro mês de 2014. Quando considerado o número de mortes praticadas por soldados em serviço – 52 -, a quantidade é quase o dobro da média mensal registrada em 2013 – 27 casos.

Naquele ano, a redução no número de mortos por PMs foi comemorada pelo secretário de Segurança Pública do Estado, Fernando Grella, que dizia que medidas adotadas por ele foram bem-sucedidas. A principal delas foi a regra que recomenda a PMs que não socorram baleados em confrontos – o resgate deve ser feito prioritariamente pelo Samu.

O comandante-geral da PM, Benedito Meira, disse que a ação dos PMs é proporcional à agressividade dos criminosos e que, por isso, houve mais mortos em confrontos em janeiro. Segundo a PM, 22 policiais morreram dentro ou fora de serviço em 2014, até o último dia 7.

Conforme a reportagem, os policiais militares não matavam tanto, em um único mês, desde novembro de 2012, quando 79 pessoas foram mortas. Aquele mês foi o auge de uma escalada de assassinatos que tomou conta das áreas periféricas da Grande São Paulo.

 

Comentários

Comentários

Suíça confirma conta secreta de ex-secretário de Covas

Rua da Consolação ganha faixa exclusiva de ônibus