Home»REGIÃO»Capital»Novo vídeo desmente versão da polícia

Novo vídeo desmente versão da polícia

Imagens mostram que cinco PMs perseguiram Fabrício Proteus Chaves, que levou dois tiros durante manifestação contra a Copa

Por Redação

Gravação mostra cinco soldados perseguindo o rapaz (foto: Reprodução/TV Folha)
Gravação mostra cinco soldados perseguindo o rapaz (foto: Reprodução/TV Folha)

Um novo vídeo divulgado nesta quinta-feira (30) adiciona mais elementos ao caso do estoquista Fabrício Proteus Chaves, de 22 anos, baleado duas vezes por policiais militares durante as manifestações contra a Copa no último sábado (25). Nas imagens, divulgadas pelo Jornal Nacional e TV Folha, o rapaz aparece sendo perseguido por cinco PMs na rua da Consolação, correndo na contramão. Segundos depois, ele reaparece correndo, com um soldado à sua frente, na calçada de um posto de combustíveis; esse PM se afasta e, em seguida, aparecem outros quatro policiais em seu encalço. Não é possível ver se o rapaz portava o estilete que a Polícia diz que ele sacou para atacar um dos soldados, razão pela qual, segundo a corporação ele foi baleado.

As primeiras versões da Polícia para o caso diziam que Fabrício fora abordado por dois PMs e fugira quando os soldados encontraram material explosivo em sua mochila. Segundo ainda a versão dos policiais, o estoquista teria reagido e tentado atacar um dos PMs com um estilete. Apesar do que relatam os jornais, as imagens não deixam claro se o rapaz perseguia o policial. Um deles seguia à frente do jovem correndo, mas, como se percebe no vídeo, outros quatro PMs vinham atrás de Fabrício.

Em depoimento prestado à Polícia em seu leito da UTI da Santa Casa de São Paulo na última terça-feira (28), Fabrício disse que levou um tiro antes de sacar o estilete. O defensor público Carlos Weis, que o representa no caso, pediu a anulação do depoimento, por entender que o rapaz deu as declarações sem estar em condições ideias de saúde e de consciência. Weis alega ainda que não foi comunicado pelos policiais sobre o relato.

Comentários

Comentários

Falta de água: Sabesp não pode contar apenas com São Pedro

Vítimas do golpe de 64 são homenageadas no ABC