Home»REGIÃO»Capital»São Paulo tem 788 km de fios e cabos furtados em 5 meses

São Paulo tem 788 km de fios e cabos furtados em 5 meses

Prefeitura tem prejuízo de R$ 6,3 milhões para repor materiais 

Da Redação

Cabos elétricos são furtados devido ao alto valor de mercado do cobre (Foto: www.camaratatui.sp.gov.br)

Nesta quarta-feira, 5, os secretários municipais de Segurança Urbana e Serviços, Roberto Porto e Simão Pedro, entregaram ao secretário estadual de Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, um relatório de furtos de cabos elétricos na capital paulista. O levantamento, que abrange o período entre janeiro e maio deste ano, verificou que foram furtados 788km de cabos elétricos, o que ocasionou um prejuízo de R$ 6,3 milhões para a Prefeitura, que teve que investir o valor na reposição do material.

De acordo com o relatório, mais de 3,5 mil boletins de ocorrência de furto de cabos elétricos foram registrados somente nos primeiros quatro meses deste ano. De acordo com o secretário de Serviços, Simão Pedro, o relatório deve ser encarado como uma contribuição da Prefeitura para o trabalho da Polícia Civil. A expectativa do poder público municipal é que as investigações sejam intensificadas e esta modalidade de crime diminua em São Paulo.

Segundo Simão Pedro, desde o início do ano a Prefeitura já repôs e trocou mais de 20 mil lâmpadas e luminárias. De acordo com o secretário, a meta é trocar outras 120 mil lâmpadas de mercúrio para vapor de sódio e diminuir o déficit de iluminação na cidade. “O prefeito foi muito claro quando disse que precisamos da ajuda do Estado, pois queremos melhorar o serviço de iluminação e isso reflete em uma melhoria no estado de segurança. Mas precisamos da ajuda para investigar e prender essas quadrilhas”, afirmou Simão Pedro.

Já Roberto Porto lembrou que a Secretaria Estadual de Segurança Pública e a Prefeitura assinaram um convênio de cooperação no início do ano para diminuir o furto de cabos elétricos na cidade. “O que precisa ser feito, e esse é o intuito de estarmos aqui, é um aprimoramento da atuação da segurança pública em determinados pontos que são falhos”, declarou o secretário.

Comentários

Comentários

SP: Zona norte terá hospital veterinário público

Fiscalização do Cremesp mostra a 'agonia' dos prontos-socorros paulistas