Home»REGIÃO»Capital»SP: UNEafro promove oficinas e marcha pelo 13 de maio

SP: UNEafro promove oficinas e marcha pelo 13 de maio

Para ativista, a data deve ser considerada “dia de luta” e não comemoração 

Por Igor Carvalho

Movimentos negros ocuparam, recentemente, o prédio da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo para protestar contra a violência policial (Foto: Felipe Rousselet)

No próximo sábado (11), às 9h, no Sindicato dos Químicos, a UNEafro irá promover oficinas gratuitas e logo após, às 13h, uma passeata que seguirá até a Praça da Sé. O ato lembrará o 13 de maio, data da abolição da escravidão no Brasil, que completa 125 anos.

Para o coordenador da UNEafro, Douglas Belchior, a data precisa ser repensada. “O movimento negro vem, nos últimos anos, resignificando o 13 de maio como dia de denúncia do racismo e de uma abolição inacabada e incompleta que tem deixado marcas terríveis na sociedade brasileira.”

Durante as oficinas, o público poderá debater sobre violência, encarceramento, cotas raciais, racismo, machismo, homofobia e sobre redução da maioridade penal. Às 13h, começa a concentração para a marcha, na frente do sindicato. Com esse ato, a organização “reafirma o 13 de Maio como dia de luta, de denúncia.”

Serviço

Local:
 
Sindicato dos Químicos 
Endereço:
 
Rua Tamandaré, 348 – Liberdade
Data:
 
11 de maio
Horário: 
9h

Comentários

Comentários

Giannazi pede cassação de mandato de Afif como vice-governador

Artistas de rua poderão trabalhar em logradouros públicos de SP