Home»Sem categoria»Justiça de São Paulo solta atropelador de ciclista

Justiça de São Paulo solta atropelador de ciclista

Desembargador considera que sua soltura não confere “risco à ordem pública”

Por Igor Carvalho 

Ciclistas protestaram no mesmo dia do atropelamento (Foto: Flickr/Fora do Eixo)

O universitário Alex Kozloff Siwek, que atropelou o ciclista David Santos de Souza, na avenida Paulista, conseguiu um habeas corpus da Justiça de São Paulo. O jovem foi solto após uma semana preso na Penitenciária de Tremembé.

Em seu parecer, o desembargador Breno Guimarães afirmou “estarem ausentes os requisitos para a manutenção da segregação cautelar” de Siwek. O magistrado ainda afirmou que a soltura do acusado não oferece “perigo à ordem pública”.

A suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de Siwek foi mantida pelo desembargador. “Sua conduta na direção do veículo automotor mostrou-se capaz de abalar tal alicerce [da ordem pública]”, afirmou Guimarães.

David foi atropelado na manhã do dia 10 de março, quando ia trabalhar, por Siwek. O ciclista estava na avenida Paulista. Seu braço ficou preso no carro e o universitário não parou para prestar socorro, levando consigo o membro superior de David.

Minutos depois, Siwek jogou o braço do ciclista no córrego que divide as duas pistas da avenida Dr. Ricardo Jafet. Horas depois, o universitário se entregou à Polícia. O caso gerou enorme repercussão na internet e na mídia.

Comentários

Comentários

Sem teto protestam em frente à Companhia de Habitação de São Paulo

SP: Motociclistas representam um terço das mortes no trânsito