Home»Sem categoria»Chorão, vocalista do Charlie Brown Jr, é encontrado morto em São Paulo

Chorão, vocalista do Charlie Brown Jr, é encontrado morto em São Paulo

Corpo do músico foi encontrado pelo seu motorista na madrugada desta quarta-feira (6)

Da Redação 

Chorão tinha 41 anos (Foto: Divulgação)

O vocalista e letrista da banda Charlie Brown Jr, Alexandre Magno Abrão, o Chorão, de 41 anos, foi encontrado morto no seu apartamento em Pinheiros, na zona oeste da capital paulista. O segurança e motorista do músico encontrou o corpo de Chorão na madrugada desta quarta-feira (6).

As causas da morte do músico ainda não foram esclarecidas. O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa). O responsável pelas investigações, delegado Itagiba Antônio Vieira Franco, afirmou que somente após a conclusão dos laudos periciais será possível determinar a causa da morte.

Vocalista e principal letrista do Charlie Brown Jr, Chorão comandava a banda, que ajudou a fundar em 1992. Foi o único integrante da formação original que nunca saiu do Charlie Brown Jr. O grupo de rock lançou 11 álbuns ao longo da sua trajetória e ocupou, ao lado de Raimundos e Planet Hemp, o papel de uma das bandas de rock de maior destaque do final dos anos 90.

O primeiro disco do Charlie Brown Jr, lançado em 1997, rendeu um disco de platina e apresentou os hits: O Coro vai Comê!, Tudo que ela gosta de escutar, Gimme o Anel, Sheik e Quinta-feira.

Além de músico, Chorão era também empresário. O músico era proprietário do Chorão Skate Park, em Santos, e administrou algumas marcas de skate, destacando-se no mercado do esporte pelo qual era apaixonado. Outra grande paixão de Chorão era a cidade de Santos. Apesar de paulistano de nascimento, o músico sempre defendia e identificava-se com a cidade que passou a morar na sua adolescência.

O ultimo álbum do Charlie Brow Jr, lançado em 2011, foi batizado de Música Popular Caiçara. Talvez a última homenagem de Chorão a cidade de Santos.

Comentários

Comentários

Boa notícia: arquivo público de São Paulo disponibiliza cerca de 1.500 mapas digitalizados

Prefeitura confirma datas da Virada Cultural: 18 e 19 de maio