Home»REGIÃO»Capital»Prefeitura recebe estudos urbanísticos para o Arco do Tietê

Prefeitura recebe estudos urbanísticos para o Arco do Tietê

Iniciativa pretende modernizar 6.044 hectares entre as rodovias Dutra e Anhanguera

Da Redação

Arco do Tietê será o núcleo central do Arco do Futuro  (Foto: Fernando Stankuns / Flickr)

A Prefeitura de São Paulo recebe propostas de urbanistas interessados em participar dos estudos para a criação do Arco do Tietê, um pacote de intervenções para a modernização de 6.044 hectares nas margens do Rio Tietê. No dia 7 de março, a Prefeitura deverá divulgar a relação de empresas e pessoas habilitadas que deverão se reunir com uma comissão da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SMDU) para detalhar e aprofundar as diretrizes do projeto.

O proposta, que teve origem em uma MIP (Manifestação de Interesse da Iniciativa Privada), recebida ainda na gestão Kassab (PSD), foi incluída como o núcleo central do Arco do Futuro, promessa de campanha de Fernando Haddad (PT).

O projeto terá duas fases de estudos para avaliar de que forma será aplicado. Na primeira, chamada de pré-viabilidade, o  enfoque será mais conceitual nas questões urbanísticas da região. Já na segunda, viabilidade, serão realizados estudos detalhados sobre os principais pontos do plano.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano, os estudos de viabilidade do Arco Tietê, como parte fundamental do Arco do Futuro, têm como objetivo orientar o desenvolvimento urbano de São Paulo de forma mais equilibrada do ponto de vista social, econômico e ambiental.

O Arco Tietê proposto está localizado entre as rodovias Dutra e a Anhanguera, abrangendo parte dos bairros às margens do Tietê: Vila Maria, Vila Guilherme, Santana, Tucuruvi, Casa Verde, Cachoeirinha, Freguesia do Ó, Brasilândia, Pirituba, Lapa, Sé e Mooca.

Com informações do portal G1. 

Comentários

Comentários

Somos filhos do diabo, garante Malafaia

Palmeiras vence o Sporting Cristal pela Libertadores