Home»Sem categoria»Niemeyer deixa a vida sem morrer

Niemeyer deixa a vida sem morrer

Por Renato Rovai 

Morreu Oscar Niemeyer, um dos seres humanos mais interessantes que o Brasil já produziu.

Não foi herói, nem santo. Mas um intelectual humanista. Um tipo que viveu para fazer o melhor.

E que sonhou e lutou por um mundo melhor.

Um ser humano que honrou a combinação das palavras ser e humano.

Alguém que conseguiu ser reconhecidamente um dos maiores do seu tempo naquilo que se dedicou. E ao mesmo tempo que deixou um legado de como se pode viver com tenacidade e dignidade. Sempre.

A maior parte dos brasileiros não tem a dimensão da importância de Niemeyer, infelizmente.

Mas felizmente Niemeyer deixa um legado que ainda será pesquisado, debatido e pensado por muitos e muitos anos.

Um legado que não é só de concreto, mas de vida. E ideologia.

Um homem que deixa a vida, sem morrer

Renato Rovai é jornalista e editor da Revista Fórum. 

Leia outros textos de Renato Rovai:

Relatório Leveson: A Inglaterra e a regulamentação independente da imprensa 

O caso Rosemary e a mão que balança o berço

Do Baú do STF: Episódio 1 – Daniel Dantas e Guarani-Kaiowa

Comentários

Comentários

Sesi realiza mostra de produções audiovisuais na Vila Leopoldina

É Final! São Paulo empata com o Tigres em Buenos Aires