Home»Política»PSDB e DEM saem enfraquecidos das eleições municipais no Estado de São Paulo

PSDB e DEM saem enfraquecidos das eleições municipais no Estado de São Paulo

PSD, PT e PMDB saem aumentaram o número de Prefeituras no Estado

Da Redação

PSDB e DEM tiveram queda acentuada no número de prefeitos eleitos (Foto:U.Dettmar/asics/TSE)

As eleições nos municípios paulistas não tiveram um saldo positivo para o PSDB e para o DEM. Os dois partidos viram o número de prefeitos eleitos cair em relação a eleição de 2008.

Leia também:

Haddad vence para diminuir desigualdade; Serra perde “revigorado”

Rui Falcão: “Tivemos uma consolidação do nosso projeto nacional”

Haddad anuncia Antônio Donato no comando da transição na Prefeitura de SP

Apesar de ser o partido com o maior número de prefeitos eleitos nos municípios paulistas, com 174, o PSDB perdeu 31 das 205 prefeituras que conquistou em 2008.

Por sua vez, o DEM também apresentou uma queda significativa em número de prefeituras comandadas pelo partido. A legenda perdeu 30 das 74 Prefeituras que elegeu em 2008.

Por outro lado, o PMDB apresentou um crescimento expressivo no número de prefeitos eleitos. O partido venceu em 89 municípios, 19 a mais dos conquistados pela legenda em 2008.

Outro partido que cresceu entre o eleitorado paulista foi o PSD, recém-criado por Gilberto Kassab. O partido, que não concorreu em 2008, elegeu prefeitos em 34 municípios paulistas e deu clara prova de força da legenda no Estado. O partido é o sexto em número de prefeitos eleitos em São Paulo.

O PT também conseguiu ampliar o número de prefeitos eleitos em São Paulo. O partido ganhou 5 prefeituras e agora governa 68 municípios do Estado. Com destaque para a capital, onde Fernando Haddad derrotou o tucano José Serra.

Comentários

Comentários

O renascimento da Praça Roosevelt e os desafios da convivência

Em dois dias, movimento social ocupa 11 prédios abandonados em São Paulo