Home»REGIÃO»Capital»Movimentos em defesa da população da rua fazem ato-vigília contra violência policial

Movimentos em defesa da população da rua fazem ato-vigília contra violência policial

Movimentos sociais vão ocupar o Largo São Francisco nesta segunda (17), a partir das 20h, para protestar contra “operação espantalho” da Prefeitura.

Por Cezar Xavier

As operações “espantalho” das polícias para impedir o agrupamento de moradores da rua em locais do centro da Capital geraram indignação nos movimentos sociais. Na próxima segunda-feira (17), ocorre o Ato-Vigília “Segurança Sim, Violência Não”, no Largo São Francisco, mesmo local de uma violenta operação policial ocorrida nos últimos dias.

Leia mais:

GUARDA CIVIL DISPERSA DEPENDENTES QUÍMICOS E MORADORES DE RUA NO CENTRO

Governo Alckmin desdenha de liminar que pede atuação correta da PM na ‘cracolândia’

Onde vai parar a política higienista de Kassab?

Operação Cracolândia será estendida para outras regiões de São Paulo

A vigília começa às 20h com atividades como “sentaço”, falas dos participantes, música, Teatro do Largo, grupo de discussão, oficina de cartazes e filme. Haverá protestos contra a política higienista de Kassab na Prefeitura e a militarização das subprefeituras.

O ato já conta com a mobilização do Movimento Nacional da População de Rua (MNPR), da Pastoral da Rua, da Organização Auxílio Fraterno, da Rede Rua e do Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos.

Quem quiser participar deve levar água e algum material para sentar (lona, papelão…) Não será permitido o uso de drogas ou bebida alcoólica.

Foto de Marcelo Camargo/ABr

Apoiam o ato:

-Clínica de Direito Humanos Luiz Gama

-Coletivo Avante!

-Fórum da Esquerda

-SAJU

-Núcleo de Direito à Cidade

-Grupo Universidade Crítica

-Coletivo Feminista Dandara

-DCE livre da USP Gestão Não Vou Me Adaptar

-Teatro do Largo

-ANEL, Assembléia Nacional dos Estudantes-Livre!

-Centro Acadêmico XI de Agosto

-Departamento Jurídico XI de Agosto

-GEDS

 

Comentários

Comentários

Bicicleta chega apenas dois minutos depois que helicóptero em desafio dos transportes

Lula e Haddad fazem comício no Capão Redondo