Home»REGIÃO»Capital»Justiça expulsará famílias de prédio na Avenida São João

Justiça expulsará famílias de prédio na Avenida São João

Serão mais de 300 pessoas nas ruas, moradores devem acampar em calçadas nas redondezas

Por Igor Carvalho

Recentemente, moradores fizeram manifestação pelas ruas do centro, tentando evitar a reintegração de posse (Foto: Fora do Eixo)

Em reunião realizada no 7º Batalhão da Polícia Militar, na avenida Angélica, região central de São Paulo, foi decidido que a reintegração de posse do prédio na avenida São João, 588, está marcada para o dia 11 de setembro.

Os moradores foram chamados para a reunião após o juiz Olavo de Oliveira Neto, da 39º Vara Cível da Capital, decidir favoravelmente aos proprietários do imóvel, que está abandonado há 20 anos. O ofício do juiz foi encaminhado para a PM, que convocou representantes da prefeitura, dos moradores e da Defesa Civil para um encontro, que tem por finalidade organizar uma reintegração pacífica.

A coordenadora da ocupação, Antônia Nascimento, lamentou o resultado e lembrou que no encontro promovido pela PM, a prefeitura não enviou representante e se mostrou displicente no trato com os moradores. “Não foi representante da prefeitura, só da subprefeitura da Sé, e disseram que não teria atendimento social. A prefeitura alega que não há alojamento para abrigar as famílias.”

Na esteira da ausência de soluções, restou aos moradores buscar alternativas extremas. “Teremos que acampar na rua, já até sabemos onde podemos ficar acampados. É humilhante, mas vão nos tirar toda a dignidade quando nos expulsarem de nossa casa.”

O prédio no número 588 da avenida São João foi ocupado no dia 3 de outubro de 2010. Moram lá 85 famílias, sendo 67 crianças, em 90 apartamentos. “Já estávamos preparando uma festa para os dois anos de ocupação”, lamenta Antonia.

Comentários

Comentários

  • Alex

    Enquanto isto o Estado dá terrenos pra Globo…

Comunicado da prefeitura limitava atividade da imprensa em São Paulo

Inscrições para o vestibular da Fuvest estão abertas