Home»Sem categoria»ProUni: São Paulo lidera número de inscritos

ProUni: São Paulo lidera número de inscritos

Quase meio milhão de jovens se inscreveram no processo seletivo do segundo semestre/2012

Da Redação

O Programa Universidade para Todos (ProUni) recebeu aproximadamente meio milhão de inscrições de candidatos que desejam uma bolsa para cursar a faculdade. As inscrições terminaram nesta segunda, 2, e a primeira chamada será na quinta, 5. Os estudantes terão até o dia 13 para comparecer à instituição e efetuar a matrícula.

Os inscritos podem escolher até duas opções de cursos de graduação em 1.316 instituições particulares em todo o País.

Segundo o Ministério da Educação (MEC), 456.973 candidatos se inscreveram no processo seletivo deste segundo semestre, sendo que o maior número de inscritos foi registrado em São Paulo (132.220), seguido por Minas Gerais (117.175) e pela Bahia (72.233).

A segunda chamada está prevista para o dia 20, e os selecionados terão até o dia 26 para fazer a matrícula no curso escolhido.

A presidenta Dilma Rousseff e ex-ministro da Educação, Fernando Haddad, em cerimônia que celebrou os 1 milhão de jovens graduados pelo ProUni (Foto: José Cruz/ABr)

Quem não for selecionado nas duas primeiras chamadas ou em cursos sem número suficiente de alunos para formação de turma poderá pedir inclusão na lista de espera entre os dias 2 e 4 de agosto.

O ProUni foi criado pelo Ministério da Educação, em 2004, com o objetivo de oferecer bolsas integrais e parciais em faculdades particulares. Segundo o MEC, desde sua criação até o processo seletivo do primeiro semestre de 2012, mais de 1 milhão de estudantes já foram atendidos pelo programa, sendo 67% com bolsas integrais.

Para se inscrever, o estudante precisa ter feito a prova do Enem e ter obtido no mínimo 400 pontos na média das cinco notas (ciências da natureza e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; linguagens, códigos e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias e redação), e, ainda, nota superior a zero na redação.

Comentários

Comentários

Eleitores podem denunciar crimes eleitorais ao Ministério Público

Futepoca: Sete motivos para acreditar e torcer para o Boca